14/01/2017

Indicação: Um olhar do paraíso


Um dos filmes marcantes de 2016 foi Um olhar do paraíso. Eu nunca havia ouvido falar, foi através de uma publicação no Facebook que eu me interessei. O filme, no final, não foi tão emocionante quanto eu esperava. Eu me emocionei sim, mas talvez estivesse esperando mais. Susie Salmon estava voltando para casa quando tudo aconteceu, ela imaginou que iria conhecer o retiro que seu vizinho havia construído. Infelizmente, ali mesmo ela foi assassinada. Confesso que a inocência da Susie me deixou chocada, mas eu não posso dizer que isso é impossível de acontecer porque, na verdade, ninguém nunca espera que algo assim aconteça. Simplesmente acontece, sem prévio aviso. Estando entre o paraíso e o inferno, ela tenta ajudar a família a se restabelecer ao mesmo tempo que tenta fazer justiça contra o homem que acabou com sua vida.


6 de dezembro de 1973. Norristown, Pensilvania, subúrbio da Filadélfia. Susie Salmon (Saoirse Ronan) está voltando para casa quando é abordada por George Harvey (Stanley Tucci), um vizinho que mora sozinho. George a convence a entrar em um retiro, por ele construído. Lá dentro, Susie é assassinada. Os pais de Susie, Jack (Mark Wahlberg) e Abigail (Rachel Weisz), inicialmente se recusam a acreditar na morte da filha, mas precisam aceitar a situação quando seu gorro é encontrado em meio a um milharal, junto a destroços do retiro que estão repletos de sangue. Em meio às investigações, a polícia conversa com George mas não o coloca entre os suspeitos. Com o tempo Jack e Lindsey (Rose McIver), a irmã de Susie, passam a desconfiar de George. Toda esta situação é observada por Susie, que agora está em um local entre o paraíso e o inferno. Lá ela precisa lidar com o sentimento de vingança que nutre em relação a George e a vontade de ajudar sua família a superar o trauma de sua morte.

11/01/2017

Resenha: Cinquenta Tons de Cinza

Título: Fifty Shades of Grey
Título Original: Cinquenta Tons de Cinza
Autora: E L James
Editora: Intrínseca
Páginas: 480
Ano: 2012
Classificação: 5/5

Sinopse: Quando Anastásia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos.

09/01/2017

Você é o criador do seu próprio mérito | 3%


Eu comecei a assistir 3% porque vi uma postagem sobre a série no Facebook e me interessei. De início eu achei que não fosse gostar, mas quanto mais eu assistia, mais viciada ficava. A história é bastante envolvente e você sempre quer saber o que vai acontecer no próximo episódio.

Em um futuro pós-apocalíptico não muito distante, o planeta é um lugar devastado. O Continente é uma região do Brasil miserável, decadente e escassa de recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão recebe a chance de passar pelo Processo, uma rigorosa seleção de provas físicas, morais e psicológicas que oferece a chance de ascender ao Mar Alto, uma região onde tudo é abundante e as oportunidades de vida são extensas. Entretanto, somente 3% dos inscritos chegarão até lá.


Os participantes da seleção são obrigados a realizar várias provas, algumas perturbadoras e outras um pouco mais fáceis de lidar. O seriado funcionou tão legal comigo que eu fiquei tensa e comemorei junto com os personagens, tamanho foi o agrado. Recomendo muito que vocês assistam pois vale muito a pena e se vocês já conhecem não deixem de comentar também, não vale dar spoiler, hein?

07/01/2017

Resenha: Não Faz Sentido - Por Trás da Câmera

Título: Não Faz Sentido - Por Trás da Câmera
Autor: Felipe Neto
Editora: Casa da Palavra
Páginas: 272
Ano: 2013
Classificação: 5/5

Sinopse: Você já conhece o Não faz sentido. Agora vai conhecer tudo sobre seu criador, o maior vlogger do Brasil. Criado por Felipe Neto em 2010 sem maiores pretensões, o Não Faz Sentido tornou-se um fenômeno da internet brasileira e o primeiro canal de vídeos em língua portuguesa a ultrapassar a marca de 1 milhão de inscritos.Confundido muitas vezes com seu personagem reclamão, Felipe Neto expõe nesta obra sua outra face, sem óculos escuros, muito diferente da que se vê em seus vídeos mais famosos. Do garoto que se levantou da falência para a exposição meteórica (que o acabou levando à depressão); dos bastidores envolvendo o vídeo contra a série Crepúsculo ao desentendimento com celebridades; acompanhamos, com muita sinceridade, uma história de sucesso por trás dos panos. Você conhece o Não Faz Sentido. Agora vai conhecer a história, através de uma linguagem bem-humorada e sem nunca se levar muito a sério, pela lente de quem está por trás da câmera. E comprovar que, apesar do nome, este livro nos apresenta a história de um projeto cujo sucesso possuiu não apenas toda lógica, como também todos os motivos para se comunicar com uma geração altamente conectada, disposta a revolucionar a maneira como lidaremos com a produção e o conteúdo do entretenimento mundial.

04/01/2017

Resenha: Irresistível

Título: Irresistível
Título Original: Seven Years to Sin
Autora: Sylvia Day
Editora: Hamelin
Páginas: 232
Ano: 2013
Classificação: 3/5

Sinopse: Há sete anos, na véspera de seu casamento, a recatada Jessica Sheffield presenciou uma cena de libertinagem que nenhuma jovem inocente poderia imaginar. Escandalizada, mas estranhamente excitada, ela guardou silêncio com respeito ao escandaloso Alistair Caulfield, e andou para o altar da igreja como esperavam. Mas durante anos de um casamento sereno e tedioso, a imagem de Caulfield ardeu em sua imaginação, alimentando seus sonhos mais ilícitos. Alistair fugiu para longe da tentação da recatada debutante com o fogo da paixão gravado em seus olhos. até o Caribe. Agora um comerciante rico, ele pouco tem em comum com o jovem libertino que ela conheceu. Mas quando Jessica, recém enviuvada, sobe a bordo de seu barco para cruzar o oceano, somente algumas peças de seda controlam sete anos de prazeres reprimidos e a certeza de que sucumbir consumirá a ambos.

02/01/2017

Melhores do ano | Livro, música, filme e seriado

Ei, todo mundo! 💕
Roubando um pouquinho a ideia do nosso querido Faustão, hoje eu decidi fazer um melhores do ano e vou mostrar para vocês quais foram as minhas escolhas. Sério, tá sendo muito difícil escolher isso então eu espero de verdade que vocês gostem 😘

Eu não li muitos livros no ano passado, então não foi tão difícil assim escolher o livro que marcou o ano. Ele não é o melhor livro de todos, mas como eu não tenho muitas opções, acabei optando por O Lado Feio do Amor, da Colleen Hoover. O livro traz uma das histórias de amor mais emocionantes que eu já li e traz também a história de amor entre o Miles e a Tate, que não foi tão marcante assim.

Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Esse foi o mais difícil de ser definido. Ainda que eu não ouça muito, o tempo todo tem música nova no meu celular e tem sempre aquelas que marcam, não é? E com certeza a cantora que mais marcou meu ano de 2016 foi a Sia e a música que eu escolhi para representar a categoria melhor música foi Chandelier.


Assim como livros, os filmes também foram bem poucos os que eu assisti. Revi Harry Potter milhares de vezes, mas isso não conta. O que conta é o filme que marcou e eu decidi que Intocáveis foi a minha maior surpresa de 2016. Eu até fiz um post contado tudinho sobre o filme, se vocês quiserem dar uma olhadinha é só clicar aqui ó.


E por último, mas não menos especial, o meu seriado favorito. E como não poderia ser outro, quem ganha o título de melhor seriado de 2016 é The Fosters, que me encantou de uma forma que não consigo explicar. Eu também fiz post sobre o seriado aqui no blog, é só clicar aqui para conhecer mais sobre essa série incrível que marcou meu ano. 💛



31/12/2016

Happy New Year | Playlist


Ei, todo mundo! 💜
2016 está acabando e eu não poderia deixar de vir aqui para agradecer vocês pelo ano maravilhoso e dizer que em 2017 tem mais Livro Apaixonado. Eu sei que havia prometido aparecer mais vezes, mas o tempo foi extremamente corrido, principalmente agora no final de ano. Mas, felizmente, coisas boas estão por vir e eu espero que vocês continuem comigo. Não desistam do blog!

Feliz Ano Novo! 🎆🎇