13/08/2017

Eu preciso falar sobre o meu pai... | Especial Dia dos Pais


Mamãe papai, me desculpem, mas eu preciso falar sobre o meu pai...
Não sobre esse homem incrível que Deus colocou na minha vida. Preciso falar sobre aquele que sempre foi e nunca foi. Aquele que até ontem eu achava que era somente um cara maluco, que batia em carros procurando por sua filha. É, eu não sabia, mas esse louco é meu pai.

Eu sei que esse assunto te machuca, mamãe e me perdoe por isso. Sabe, desde que minha avó adoeceu que eu percebi que odeio te ver chorando, odeio te ver sofrendo. Mas eu preciso falar... mesmo que você só ouça, eu preciso dizer tudo isso que tá dentro do meu coração.

Papai, mesmo que o tempo passe, mesmo que eu conviva com o biológico, mesmo que eu passe a gostar do biológico, nada, absolutamente nada entre nós irá mudar. Você é meu paizinho querido, que eu tanto amo.

Agora me deixem falar, me deixem falar o que tô sentindo porque se isso não acontecer eu vou explodir. PAI, você mesmo, o biológico, o que fez e não assumiu, o que fez e finge que não fez... Agora é entre você e eu. Primeira coisa: eu odeio você. Odeio por ter me abandonado, odeio por não se preocupar comigo, odeio por fingir que a vítima é você.

Eu sou a vítima! Eu nada tinha a ver com os problemas que você passou com a minha mãe. Eu nada tinha a ver com sua bebedeira, com seus vícios, com sua raiva... Eu deveria ser seu tesouro, eu deveria ser a pessoa mais importante da sua vida.

Você fez uma escolha, uma escolha que me dói, me machuca, me perturba todos os dias. Eu odeio ter que fugir de você, eu odeio ter que proteger minha mãe de você, eu odeio ficar surpresa quando descubro que fulano é meu parente. Eu odeio tudo que diz respeito a você e as suas escolhas...

Mas sabe o que é pior? É que quando se trata de você, tudo isso pode ser irrelevante, tudo isso pode virar fumaça porque eu simplesmente não consigo não me preocupar com você, com seus irmãos, com seus sobrinhos... Eu odeio você, mas eu me odeio muito mais por, ainda assim, gostar de você.

Um comentário:

  1. Sei que não posso substituir ninguém...
    Mas sou sua amiga e você pode contar comigo sempre, Ju. Independente do que acontecer.
    Deus abençoe seus planos e seus sonhos!
    Eu te amo, viada. <3

    ResponderExcluir